× ENTRAR CADASTRE-SE

Carne Fraca foi 'positiva' para o país por permitir aperfeiçoamentos, diz Maggi

Ao ser deflagrada em março deste ano, a operação Carne Fraca representou um grande susto para o governo e para os produtores brasileiros. Passados nove meses, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, afirma que o caso foi “positivo”, pois representou uma oportunidade de o país aperfeiçoar processos e procedimentos que, até então, eram politicamente difíceis de ser revistos.

Segundo o ministro, o setor encerrará o ano “com volumes maiores” tanto no âmbito financeiro como no de exportação. “A Carne Fraca foi positiva para o Brasil. As crises [decorrentes dessa operação] geraram oportunidades e, para o Ministério da Agricultura, foi criada uma oportunidade de mudar processos e coisas que, politicamente, às vezes não conseguia fazer. Com a crise, com o susto e com o medo, que todos nós tivemos, foi possível avançar”, disse nesta terça-feira, dia 19, o ministro, após participar de uma cerimônia de entregas de medalha e de criação de um conselho consultivo de ex-ministros da pasta – grupo instituído com o objetivo de ajudar na formulação de políticas públicas da pasta.

Maggi, no entanto, avalia 2017 como um ano difícil. “Foi um ano de muitas incertezas. Em determinados momentos, como a gente fala na gíria rural, achávamos que a vaca tinha ido para o brejo, levando estaca e corda juntos. Foram situações muito tensas e delicadas”, lembrou o ministro. “Mas setores da agricultura, e principalmente da pecuária, conseguiram reagir muito fortemente, indo aos mercados internacionais. O governo também conseguiu responder a todos os questionamentos feitos naquele momento. Com isso, o Brasil terminará o ano ainda maior do que quando teve o problema da Carne Fraca”, acrescentou.

Deflagrada pela Polícia Federal em 17 de março, a operação Carne Fraca desarticulou um esquema de corrupção envolvendo fiscais agropecuários e donos de frigoríficos nos estados do Paraná, de Minas Gerais e Goiás. Segundo a investigação, os fiscais alvo da operação recebiam propina das empresas para emitir certificados sanitários sem fiscalização efetiva da carne, o que permitia a venda de produtos com prazo de validade vencido.

Já conhece a CBC Negócios? A CBC é o maior site de comercialização do agronegócio. Através da CBC você pode se conectar com milhares de empresas para comprar ou vender seus insumos agrícolas. Basta se cadastrar, colocar sua oferta ou negociar com outras partes. Clique aqui para se cadastrar

Já é cadastrado, crie seu hábito produtivo. Insira indicações e acompanhe mercado.

Conteúdo produzido pelo Canal Rural – www.canalrural.com.br. Acesse e fique por dentro das últimas notícias do agronegócio.