× ENTRAR CADASTRE-SE

Soja tem forte queda em Chicago e dólar se valoriza no Brasil

Os preços da soja apresentaram poucas oscilações e cotações mistas nesta quinta, dia 14, no mercado brasileiro. Poucos negócios foram registrados, devido à forte queda de Chicago. A alta do dólar compensou parte do impacto negativo dos contratos futuros.

Chicago

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam com preços mais baixos. A melhora no clima prevista para a segunda quinzena de dezembro na Argentina e no Sul do Brasil pressionaram o mercado.

“Conforme viemos destacando, é muito cedo para se falar em perdas produtivas no Brasil e na Argentina, e o mercado começa a entender isso. O desenvolvimento da safra brasileira é bom até o momento e o potencial produtivo supera as 110 milhões de toneladas. Sem problemas climáticos contundentes não teremos perdas produtivas relevantes no Brasil”, explica o analista de Safras & Mercado Luiz Fernando Roque.

As exportações líquidas norte-americanas de soja, referentes à temporada 2017/2018, com início em 1º de setembro, ficaram em 1.452.600 toneladas na semana encerrada em 07 de dezembro. Para a temporada 2018/2019, foram mais 113.200 toneladas. Analistas esperavam entre 880 mil e 2,35 milhões de toneladas, somando as duas temporadas. As informações foram divulgadas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Já conhece a CBC Negócios? A CBC é o maior site de comercialização do agronegócio. Através da CBC você pode se conectar com milhares de empresas para comprar ou vender seus insumos agrícolas. Basta se cadastrar, colocar sua oferta ou negociar com outras partes. Clique aqui para se cadastrar

Já é cadastrado, crie seu hábito produtivo. Insira indicações e acompanhe mercado.

Conteúdo produzido pelo Canal Rural – www.canalrural.com.br. Acesse e fique por dentro das últimas notícias do agronegócio.